Nos termos do Despacho nº 7212-B/2020, de 15 de julho, podem entrar em Portugal:

– Portugueses e restantes nacionais da União Europeia- Cidadãos de outros países (incluindo americanos) que sejam familiares (pais, filhos e cônjuges) de portugueses ou de nacionais da UE

– Cidadãos de outros países (incluindo americanos) com residência legal em Portugal- Relativamente aos cidadãos de outros países (incluindo americanos) que pretendam viajar por motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar ou de saúde, como estão sujeitos ao princípio da reciprocidade, deverão contactar a TAP, para saberem se podem viajar e em que condições.

(Espera-se que a interpretação desse princípio da reciprocidade continue a ser pouco rígido e que seja apenas exigido a esses cidadãos americanos: prova de alojamento, bilhete de regresso e cartão de crédito. Aguarda-se ainda confirmação desta interpretação.)

IMPORTANTE: Todos os passageiros devem apresentar, no momento da partida, comprovativo do teste COVID-19, com resultado negativo, realizado até 3 dias antes do embarque. Os portugueses e cidadãos com residência legal em Portugal poderão, contudo, realizar o referido teste, a expensas próprias, à chegada a Portugal.

Estas orientações estarão em vigor até 31 de julho (podendo ou não ser prolongadas).